Yani Filé sensualiza com funk que deixa bumbum durinho e desafia Beyoncé.

0 comentários

Miley Cyrus fez e horrorizou muita gente numa apresentação em 2013, no VMA. Nick Minaj faz em seus shows. Rihanna também mostrou num clipe. E no Brasil, Yani Filé — sim, ela reincorporou a alcunha ao nome artístico — acaba de ser alçada ao posto de representante do Twerk, um ritmo dançante que nasceu em Nova Orleans, nos Estados Unidos, e consiste em mexer os quadris como num quadradinho de oito em versão turbinada na velocidade seis!

Yani Filé conta que em 40 minutos de Twerc perdem-se 500 cal

A funkeira acaba de lançar a música “Braba na dança” que tem o twerk como base. “Existem muitas semelhanças com o funk. Conheci a batida há alguns anos e aprendi a dançar”, conta Yani, que vem mostrando a coreografia em vídeos para lá de sensuais em seu perfil no Instagram: “Vão dizer que é erótico, que é sensual demais. Mas se fosse qualquer gringa fazendo seria sucesso. Bota a Beyoncé mexendo o bumbum como eu para ver”.

 

E olha que Beyoncé vai ter que rebolar e muito para chegar aos movimentos da Filé. “Quarenta minutos de Twerk queimam 500 calorias e endurece o bumbum. Já notei que o meu ficou mais duro. E eu não malho. Dói tudo, a lombar, as pernas, tem que ter coordenação também, mas o bumbum fica incrível”, admira-se a cantora, que após uma engordadinha, voltou à academia: “Sou sem-vergonha. Quando chego num corpo legal saio comendo tudo de novo. Voltei ao muay thai e à dança, mas estou satisfeita com meu corpo, com o jeito que eu sou. As pessoas que falam demais”.

Solteira novamente, após um breve namoro com Robert Antunes, ela conta que tem gente conferindo o novo rebolado. “Solteira eu estou, mas sempre tem alguém para ver o rebolado”, diverte-se.

Yani Filé e suas bailarinas:

Fonte: extra.globo.com 

Comentários