Conheça MC TH, do funk 'Mamadeira Tá Cheia': 'Mr. Catra é a inspiração'

0 comentários

Ao EGO, funkeiro de 21 anos conta que gostaria de dar 'mamadeira' para Nicole Bahls e define seu estilo: 'Não sou ostentação. Sou putaria'.

 

Uma mulher cheia de curvas e seminua aparece deitada e se lambuzando com o conteúdo de uma mamadeira. Essa é uma das cenas do clipe de "Mamadeira Tá Cheia", do MC TH, hit que tem tocado em várias emissoras de rádio. "Na noitada, mamadeira é uma gíria para cerveja, mas é claro que tem o duplo sentido. Se não tiver, não tem graça", admite o funkeiro, de 21 anos, em conversa com o EGO.

MC TH estourou com o hit Mamadeira Tá Cheia (Foto: Divulgação)

Pai de um menino de 5, fruto de um relacionamento da adolescência, MC TH está solteiro e assim pretende ficar. "Sou de todas e não sou de ninguém", diz, sem cerimônia, completando que não tem problema em sair com fãs. "Já fiquei com várias e a cada dia que passa surgem novas admiradoras, graças a Deus", conta, rindo.

Com esse estilo, não é muito difícil identificar quem é seu inspirador. "Mr. Catra é minha inspiração na música e na vida. Ele é casado com várias, assim que quero viver", dispara ele, que também pega referências dos rappers norte-americanos Wiz Khalifa e Soulja Boy. Em seguida, MC TH confessa para quem gostaria de "dar mamadeira". "Nicole Bahls... Ela é foda! A Mendigata também", assume.

Funkeiro já trabalhou como barbeiro

Nascido em uma comunidade do município de Duque de Caxias, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Thiago Meces tinha o hábito na adolescência de compartilhar na internet vídeos caseiros em que aparecia cantando funk, mas não levava o hobby a sério. Um dia, no entanto, um produtor musical viu uma das produções, gostou e decidiu investir.

Na época, ele trabalhava havia dois anos como barbeiro em um salão montado com a ajuda da mãe. "Quando pintou o convite para investir na música, ainda fiquei como barbeiro por três meses. Era algo certo e não sabia se ia vingar no funk. Quando começou a prosperar, vendi o salão. Não tinha como conciliar", relembra.

Convite para o Carnaval de Salvador

Na carreira há pouco mais de dois anos, MC TH acumula outros hits, como "Vidro Fumê" e "Trem Louco", e faz cerca de 80 shows por mês. "Mamadeira Tá Cheia" já ganhou uma versão axé para o Carnaval de Salvador e há convites para que o funkeiro se apresente na capital baiana durante a folia. O mais impressionante: ele ainda não lançou um CD. O primeiro será gravado ao vivo, junto com um DVD, na quadra da escola de samba Grande Rio no início de dezembro.

"Sonho ser cada vez mais bem-sucedido para deixar minha família despreocupada. Minha mãe e meu padrasto lutaram pra caramba para me criar com dignidade. Não tenho grandes ambições materiais, não sou do funk ostentação. O meu estilo é putaria e ousadia", diverte-se ele, que se divide entre a casa da mãe, em Duque de Caxias, e um apartamento na Barra da Tijuca, bairro de classe média alta no Rio.

MC TH em um de seus shows: agenda lotada (Foto: Reprodução/Instagram)

Fonte: ego.globo.com 

Comentários