Com novo CD, Nego do Borel brilha também em 'Malhação'

0 comentários

MC revela que sonha beijar a Bruna Marquezine e conta que quer interpretar um gay.

Rio - No alto do Morro do Borel, o menino Leno Maycon Viana Gomes, batizado em homenagem a John Lennon e Michael Jackson, cresceu assistindo à ‘Malhação’ e sonhando seguir o caminho das artes. Se oferecia para abrir os shows de funk que rolavam na comunidade onde morava e se arriscava como ator fazendo teatro na escola. O tempo passou e o jovem que não concluiu o Ensino Fundamental adotou um novo nome, Nego do Borel, ganhou fama, se tornou um dos funkeiros mais badalados do momento e pulou do sofá de casa não só para os palcos onde o batidão faz a galera descer até o chão como para os bastidores da TV, mais precisamente para o lugar onde sempre quis estar. “Era um sonho fazer ‘Malhação’ e não quero sair, quero continuar, quero dar o meu melhor. Estou curtindo ser ator. ‘Eu me adoro, eu me amarro’ (canta, em referência à música de mesmo nome que é um dos seus sucessos). Na verdade, eu já era ator, mas não tinha chance. Agora, tive a oportunidade e estou sabendo aproveitar”, comenta.

Em ‘Malhação: Seu Lugar no Mundo’, Nego, 23 anos, é Cleiton. Mas nessa história, realidade e ficção são quase uma coisa só. “O Cleiton é o Nego do Borel. O diretor (Leonardo Nogueira) me pediu muito isso. Ainda bem que esse personagem não foge do Nego do Borel. Ele é meio maluco, meio doido, às vezes surta, gosta de cantar, trabalha para ganhar seu dinheiro e agora vai ter um romance com a Krica (Cynthia Senek)”, conta. O primeiro beijo de Nego já foi gravado e vai ao ar segunda. “Nem treinei, o problema é que a minha língua é nervosa, mas não pode ter língua, é beijo técnico”, avisa o noivo de Crislaine Gonçalves, que complementa. “Com todo respeito, eu gostaria de beijar a Bruna Marquezine”, confidencia.

Se beijar em cena Nego tirou de letra, o mesmo não se pode dizer em relação às palavras. “A maior dificuldade que encontrei é, caraca, decorar texto. Tenho minha carreira no funk, na música, tenho que decorar repertório, tenho minhas outras coisas, vida pessoal, então embola tudo. Mas, graças a Deus, estou centrado, tentando entender mais a história, a cada semana que passa eu melhoro”, acredita.

E que ninguém ouse insinuar que o funkeiro caiu de paraquedas na novela adolescente da Globo. “Há muito tempo que eu não pego em um livro, mas, poxa, fiz teatro na escola, ganhei troféu de melhor ator na comunidade, tenho a minha luta. Não sou aquele cara que fez faculdade, mas eu não caí de paraquedas. Lutei para chegar aqui”, afirma.

Caso vá além do lugar já conquistado na dramaturgia, Nego deseja dar vida a um personagem que é o seu oposto. “Eu não sou veado, mas gostaria de fazer um veado. Na internet, eu faço a Nega da Boreia, passo batom (risos). Mas ainda não parei para pensar se quero fazer uma novela. O futuro só a Deus pertence, estou concentrado no meu momento”, diz.

O hoje ainda inclui o lançamento do CD ‘Nego Resolve’, mais um sinal de que o funk não está em segundo plano na vida do novo astro de ‘Malhação’. “Amo o funk, é a minha raiz. Se estou fazendo ‘Malhação’ tenho que agradecer ao funk, à massa funkeira. E acabei de realizar mais um sonho como cantor com o lançamento desse CD”, avisa. No álbum, o funkeiro se joga no batidão e ainda mostra quase tudo que as fãs gostariam de ver. No encarte, aparece nu com uma tarja escondendo o seu órgão genital. “Eu gosto de me exibir! E agora estou malhando, estou forte pra caramba. Tiro a camisa, fico me olhando no espelho, estou com o visual legal”, acredita. Será que Nego curte, inclusive, enviar fotos pelado pelo celular? “Eu mando nudes para as novinhas”. 

Fonte: odia.ig.com.br

Comentários